CRMV-RS
CRMV-RS


Grupo Gestor Aftosa RS define ações para manter status de zona livre sem vacinação com o reforço do CRMV-RS
07-10-2020

O Rio Grande do Sul precisa manter o status de zona livre de aftosa, conquistado em 11 de agosto deste ano, para dar mais um passo à frente. Depois de receber o aval do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), agora é preciso manter a posição e passar pela análise da área técnica da Organização Mundial de Saúde Animal (OIE). Em caso de aprovação do comitê, o pedido ainda precisa ser ratificado na Assembleia Geral da OIE, que acontece em maio de 2021, na França. Só assim, o Estado obterá o reconhecimento internacional de que está livre da febre aftosa sem vacinação. O esforço para que isso aconteça conta com o apoio do Conselho Regional de Medicina Veterinária do Rio Grande do Sul (CRMV-RS), que faz parte do Grupo Gestor Aftosa RS. 

 

Um dos papéis do CRMV-RS será o de multiplicador para que as ações necessárias à manutenção do status cheguem aos produtores. “Entraremos em contato com os médicos veterinários que atuam como Responsáveis Técnicos (RTs) por todo o Estado e solicitaremos que orientem os criadores sobre a importância desse reconhecimento pela OIE”, destaca a presidente do CRMV-RS, Lisandra Dornelles, que participou nesta terça (6) da primeira reunião realizada pelo Grupo Gestor. Obter a certificação da OIE, destaca Lisandra, significa intensificar as vendas externas e abrir as portas para mercados que ainda não importam do Brasil 

 

A Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural do Estado (Seapdr) estima que cerca de 12,5 milhões de cabeças, entre bovinos e bubalinos, deixem de ser vacinados no Estado. Além disso, cerca de 20 milhões de doses de vacina deixarão de ser aplicadas por ano, já que eram feitas em duas etapas: rebanho geral e para animais com até 24 meses. Para que este cenário se mantenha, o Grupo Gestor dividirá seus integrantes por equipes para que trabalhem cada tema– produtores, médicos veterinários, frigoríficos, por exemplo – e, assim, possam definir as metas de forma bem específica. “O CRMV-RS se propõe a desenvolver capacitações com foco na educação sanitária, auxiliando os agentes do grupo a colocar em prática os planos estratégicos”, revela Lisandra.


No encontro desta terça, o Departamento de Defesa Agropecuária Divisão de Defesa Sanitária Animal da Seapdr apresentou o atual quadro do Rio Grande do Sul e as ações desenvolvidas para manter a classificação do Estado como zona livre de vacinação. Um dos principais requisitos para isso é que os criadores notifiquem qualquer caso ou suspeita de aftosa em seu rebanho às autoridades de saúde do seu município. A secretaria também lançou propostas para cada um dos pontos de risco apurados. A próxima fase será definir os responsáveis por essas áreas e estabelecer, com base na estruturação das propostas, quais serão os indicadores para avaliar as ações de vigilância. 


Confira quem faz parte do Grupo Gestor Aftosa RS

 

Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural do Estado (Seapdr) 
Departamento de Defesa Agropecuária (Seapdr)
Divisão de Defesa Sanitária Anima (Seapdr) ;
Divisão de Controle de Informação Sanitária (Seapdr);
Divisão de Inspeção de Produtos de Origem Animal (Seapdr)
Superintendência Federal da Agricultura no Rio Grande do Sul, Serviço de Saúde Animal – SSA/RS do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa)
Conselho Regional de Medicina Veterinária do Rio Grande do Sul – CRMV/RS
Federação de Agricultura do Rio Grande do Sul – FARSUL
Federação dos Trabalhadores na Agricultura no Rio Grande do Sul – FETAG
Federação das Associações de Municípios do Estado do Rio Grande do Sul – FAMURS
Federação das Cooperativas Agropecuárias do Estado do Rio Grande do Sul – FECOAGRO/RS
Federação Brasileira das Associações de Criadores de Animais de Raça – FEBRAC
Federação dos Clubes de Integração e Troca de Experiências – FEDERACITE
Fundo de Desenvolvimento e Defesa Sanitária Animal – FUNDESA
Sindicato das Indústrias de Produtos Suínos – SIPS/RS
Sindicato das Indústrias de Carnes e Derivados no Rio Grande do Sul – SICADERGS
Sindicato dos Leiloeiros Rurais e Empresas de Leilão Rural do Estado do Rio Grande do Sul – SINDILER
Sindicato da Indústria de Laticínios e Produtos Derivados – SINDILAT/RS
Associação Gaúcha de Avicultura – ASGAV





Conselho Regional de Medicina Veterinária do Rio Grande do Sul
Rua Ramiro Barcelos, 1793/201 - B. Bom Fim - Porto Alegre/RS - CEP: 90035-006
Fone:(51) 21040566 - crmvrs@crmvrs.gov.br