CRMV-RS
CRMV-RS


Artigo: Homeopatia na Medicina Veterinária
09-10-2020

A Homeopatia é um modelo terapêutico seguro e eficiente que trata a individualidade enferma, seja um animal doente ou uma população. Deste modo, cada paciente passa a ser entendido de forma holística.

 

O médico alemão Samuel Hahnneman estabeleceu as bases da homeopatia em 1796. Certa vez, ao curar seu cavalo com medicamento homeopático ele disse: “se as leis da medicina que eu conheço e proclamo são certas e naturais, elas devem poder ser aplicadas nos animais tão bem como no homem”. A Homeopatia foi reconhecida como Especialidade Médica, no Brasil, pelo CFM em 1980, e na Medicina Veterinária pelo CFMV em 1993. A Homeopatia Veterinária tem adeptos em todo o território nacional, sendo uma especialidade em expansão.

 

Atualmente, esta abordagem terapêutica conta com pesquisadores em várias escolas, tendo também, seu conteúdo incluído no currículo de graduação ou em disciplinas optativas em vários cursos de Medicina Veterinária. Para o aprimoramento dos profissionais nesta especialidade, existem cursos específicos para veterinários mas também podem acompanhar aulas com outros profissionais, observado a carga horária mínima de 800h e aulas práticas com animais, requisitos estes, determinados pela AMVHB (Associação Medico Veterinária Homeopática Brasileira).

 

Os fundamentos da Homeopatia são muito bem definidos na ciência e as pesquisas relacionadas são apresentadas em congressos como do GIRI e da AMVH, bem como publicados em revistas nacionais e internacionais.

 

A Homeopatia utiliza o princípio de “similitude terapêutica”, isto é, “o semelhante cura o semelhante”, a princípio parece uma ideia absurda, mas quando passamos a entender que o nosso organismo reage toda vez que somos provocados, entendemos que provocá-lo de forma controlada (com o medicamento homeopático) é uma ótima forma de provocar reações de adaptação e equilíbrio obtendo para obtenção da cura.

 

Para tanto, a Homeopatia Veterinária precisa de profissionais atentos ao sofrimento do seu paciente, de medicamentos experimentados para conhecer os sintomas que eles podem despertar e de medicamentos ultradiluídos e potencializados de forma a não deixar resíduos no organismo e no meio ambiente, pois a homeopatia utiliza medicamentos energéticos.

 

É justamente aí que está um dos grandes trunfos da Homeopatia Veterinária: não deixar resíduos nos produtos de origem animal, sendo os medicamentos homeopáticos grandes parceiros da produção orgânica e contribuem para o equilíbrio do meio ambiente e de um planeta mais saudável, enfim, uma saúde única de qualidade.

 

*Por Irene Breitsameter, Médica Veterinária e integrante da Comissão de Medicina Veterinária Integrativa do CRMV-RS.





Conselho Regional de Medicina Veterinária do Rio Grande do Sul
Rua Ramiro Barcelos, 1793/201 - B. Bom Fim - Porto Alegre/RS - CEP: 90035-006
Fone:(51) 21040566 - crmvrs@crmvrs.gov.br