CRMV-RS
CRMV-RS


Constelação Familiar Veterinária
27-10-2020

*Por Marli Verdum

 

A Constelação Familiar é uma abordagem da Psicoterapia Sistemica Fenomenologica desenvolvida pelo Alemão Bert Hellinger (1925-2019). Ele realizou um trabalho durante 16 anos como membro de uma ordem missionaria católica na Africa do Sul nas escolas das dioceses. Após este período, Hellinger voltou para Alemanha e se dedicou ao estudo da Gestalt-Terapia, Terapia Primal, Analise Transacional e Terapia Familiar.

 

Bert observou que existe um conjunto de ‘leis’ naturais universais que regem os sistemas e nossa vida chamadas de “Ordem do Amor”, a lei da Ordem, do Equilíbrio e do Pertencimento. Elas coexistem e agem ao mesmo tempo. Se não são respeitadas, o sistema entra em desordem.

 

A Lei do Pertencimento diz que todos que fazem parte de um sistema familiar jamais podem ser excluídos ou deixar de pertencer. Os animais por fazerem parte das nossas vidas, muitas vezes são colocados no lugar de filhos, maridos ou esposas num lugar que não lhes pertencem. Acabam perdendo sua identidade.

 

A Lei da Hierarquia fala sobre a ordem natural das coisas. Isso significa que quem vem primeiro, é o mais antigo e deve ter prioridade sobre quem vem depois. Os pais são grandes e os filhos pequenos. Os animais são pequenos e os tutores são maiores. Quando animais por amor se colocam como maiores, podem ocorrer as doenças.

 

A Lei do Equilíbrio fala da troca entre dar e receber. Caso uma pessoa dá e a outra só recebe, automaticamente, há um desequilíbrio. Qual a relação de troca entre tutor e animal? Cabe abordar aqui o abandono e maus-tratos como desequilíbrio em dar e receber.

 

A Constelação Familiar é realizada individualmente ou em grupo. Em nenhum dos casos o animal necessita estar presente. Individualmente é realizado pelo terapeuta e o tutor, os representantes podem ser bonecos ou objetos. Já em grupo estão presentes o terapeuta, tutor e pessoas que irão fazer o papel de representantes que acessam o campo morfogenético a fim de identificar qual desequilíbrio acomete o sistema familiar daquele tutor em que o animal está inserido.

 

A Constelação Veterinária Sistêmica pode ajudar no tratamento de várias patologias com origem na desarmonia das leis do amor entre as espécies “homem” e “animal”, como: ansiedade, estresse, doenças crônicas, alergias, câncer etc. Patologias estas muitas vezes refratarias ao tratamento convencional. Eles podem ser indicadores da dor que precisa ser olhada por aquele sistema familiar e assim procurar a cura.

 

*Integrante da Comissão de Medicina Veterinária Integrativa do CRMV-RS.





Conselho Regional de Medicina Veterinária do Rio Grande do Sul
Rua Ramiro Barcelos, 1793/201 - B. Bom Fim - Porto Alegre/RS - CEP: 90035-006
Fone:(51) 21040566 - crmvrs@crmvrs.gov.br