CRMV-RS
CRMV-RS


CRMV-RS esclarece sobre importância da vacinação de médicos veterinários à colunista Rosane de Oliveira
03-04-2021

Atento às informações a respeito da vacinação de médicos veterinários dentro do grupo prioritário de profissionais da saúde, o Conselho Regional de Medicina Veterinária do Rio Grande do Sul tem buscado esclarecer o tema. “Temos enviado ofício às autoridades públicas, sanitárias e também pedido espaço nos meios de comunicação para poder explicar da importância da imunização dos médicos veterinários, que são profissionais de saúde dedicados a cuidar da saúde das pessoas, dos animais e do ambiente”, destaca a presidente do CRMV-RS, Lisandra Dornelles.

 

Neste sábado (3), a dirigente encaminhou nota para a colunista Rosane de Oliveira, de GZH, para destacar a importância dos médicos veterinários também na linha de frente e no combate à Covid-19 e porquê eles também devem ser prioritários na vacinação.

 

Confira a nota enviada pela presidente do CRMV-RS, Lisandra Dornelles, à jornalista Rosane de Oliveira, de GZH:

 

Bom dia, Rosane!

 

Também já estamos cansados de gastar tempo e energia discutindo nosso enquadramento no calendário de vacinação feito pelo Ministério da Saúde, assim como a interpretação do texto original da resolução 234.

 

Nós, médicos veterinários, temos ainda que gastar tempo e energia tentando mostrar que o maior problema que estamos enfrentando é o preconceito proveniente da ignorância a respeito da nossa função como profissionais da saúde.

 

Quanto à questão citada na tua coluna, de que os médicos veterinários estariam passando à frente de velhinhos, acredito que seja um mal entendido.

 

As doses vêm destinadas a cada grupo prioritário, e as que os médicos veterinários recebem não prejudica aos idosos, pois são as destinadas à categoria dos profissionais de saúde, na qual estamos enquadrados desde 1997 pelo Conselho Nacional de Saúde, e por conta da qual fomos convocados pelo Ministério da Saúde a realizar um treinamento para atuar na linha de frente.

 

Concordamos totalmente com o fato de a educação ser essencial e da importância da vacinação dos professores, mas esse fato não nos tira o direito e a importância de sermos vacinados no grupo ao qual pertencemos.

 

O fato de as UTIs estarem em situação crítica só reforça a urgência de imunizar os médicos veterinários, pois enquanto os médicos estão na luta para curar os infectados, os médicos veterinários trabalham todos os dias para evitar que o restante da população adoeça. Se os médicos veterinários pararem de trabalhar, não haverá alimento seguro e teremos, com certeza, um surto de zoonoses, pois em torno de 80% das doenças que os homens contraem é proveniente dos animais.

 

Lisandra Dornelles - Presidente do Conselho Regional de Medicina Veterinária do RS





Conselho Regional de Medicina Veterinária do Rio Grande do Sul
Rua Ramiro Barcelos, 1793/201 - B. Bom Fim - Porto Alegre/RS - CEP: 90035-006
Fone:(51) 21040566 - crmvrs@crmvrs.gov.br