CRMV-RS
CRMV-RS


30 de junho – Dia do Auditor Fiscal Federal Agropecuário
30-06-2020

Com atuação fundamental no segmento que mais tem contribuído com a economia brasileira, o agronegócio, os auditores fiscais do Ministério da Agricultura comemoram no dia 30 de junho os 20 anos de criação da carreira. A data marca o Dia do Auditor Fiscal Federal Agropecuário. Mas o trabalho da fiscalização agropecuária existe desde a criação do Mapa, que teve sua origem em 1860, ainda pelas mãos de Dom Pedro II.

 

Com todo o crescimento do agro nos últimos anos, a carreira vem se ressentindo da falta de colegas para ocuparem as vagas deixadas por outros que se aposentam. Conforme o delegado Sindical do Anffa no RS, Mario Peyrot Lopes, “a DS-RS Anffa Sindical destaca, nesta data especial, a essencialidade do trabalho dos Affas, na expectativa de que haja a valorização da categoria por parte do governo e da população”.

 

Atualmente integram a carreira de auditoria médicos veterinários, engenheiros agrônomos, farmacêuticos, químicos e zootecnistas, distribuídos em diferentes unidades em todo o país. No Rio Grande do Sul são pouco mais de duzentos profissionais na ativa, desdobrando-se em atividades que vão desde abordagem e inspeção de cargas, até análises laboratoriais e fomento agropecuário.

 

Os Auditores Fiscais Federais Agropecuários atuam na inspeção de produtos de origem animal, dentro dos frigoríficos, verificando as condições de sanidade das carcaças e do produto final. Também trabalham na inspeção de produtos de origem vegetal, como sementes e mudas, vinhos, e azeites de oliva. Nas importações e exportações, em portos, aeroportos e fronteiras, os servidores atuam diretamente, inspecionando cargas, fiscalizando documentações e emitindo certificados.

 

Nos Laboratórios Federais de Defesa Agropecuária, fazem a análise de amostras de produtos de origem animal e vegetal. Nos últimos meses, com a pandemia, o laboratório de Porto Alegre tem realizado, inclusive, diagnósticos de Covid-19.

 

É papel dos auditores agropecuários também contribuir com a definição e auditar a liberação de verbas parlamentares para projetos do agronegócio. O Rio Grande do sul concentra em torno de 30% de toda a verba de emendas parlamentares destinadas ao agronegócio no país.

 

*Por Thais D'Avila - Produtora de Conteúdo





Conselho Regional de Medicina Veterinária do Rio Grande do Sul
Rua Ramiro Barcelos, 1793/201 - B. Bom Fim - Porto Alegre/RS - CEP: 90035-006
Fone:(51) 21040566 - crmvrs@crmvrs.gov.br